Cia Corpos Outros, da Rede de Coletivos Usina dos Atos, conquista o edital “Chama Na Solução” 2020.

Usina dos Atos

Por Usina dos Atos

O INSTITUTO USINA DOS ATOS considera essencial a formação do pensamento crítico e, sobretudo, a manifestação do ser humano enquanto agente de transformação.

Cia Corpos Outros, da Rede de Coletivos Usina dos Atos, conquista o edital “Chama Na Solução” 2020.


 

Com o intuito de criar um espaço de encontro, multiplicação de saberes, reconhecimento de memórias e fomento ao desenvolvimento social dos diferentes territórios, o Coletivo Usina dos atos criou o Programa Clube de atividades, iniciativa que integra ações de economia solidária, redes de cooperação, desenvolvimento sustentável e difusão cultural em conjunto com outras Coletividades e Instituições. Sob esta perspectiva, uma das ações integrantes deste novo programa é a Rede de coletivos, composta dentre outros grupos, pela CIA Corpos outros, que foi contemplada no edital Chama na Solução 2020, organizado no Brasil pela Viração Educomunicação, Instituição da sociedade civil que atua com comunicação, educação e mobilização social entre adolescentes, jovens e educadores.

Iniciativa da UNICEF, o Chama na Solução 2020 tem foco em projetos desenvolvidos por jovens, que tenham impacto social. Ao todo foram 10 grupos selecionados, que participaram de uma formação presencial de 21h sobre empreendedorismo social e design. Além de mentoria continuada aos participantes, com atividades formativas e reuniões à distância, ao final do processo, 5 deles foram contemplados para ganhar um capital-semente no valor de R$ 4.000,00, para implementar suas iniciativas apresentadas durante a formação. A edição incluiu as regiões metropolitanas das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba, e propunha o desenvolvimento de soluções para problemas reais que envolvessem o cotidiano de adolescentes, objetivando melhorias em seus bairros nas áreas da educação, proteção à criança e engajamento do cidadão. O projeto “Outras Literaturas”, dos jovens Micaele, Adriano, Beatriz, Lorena e Mirian foi selecionado entre os mais de 70 inscritos.

Pensado a partir da história de vida e dificuldades enfrentadas pelos próprios integrantes da CIA Corpos Outros quanto à falta de incentivo à leitura de adolescentes periféricos, o grupo desenvolveu uma biblioteca itinerante com 4 oficinas de contação de histórias, grafite, pichação, colagem, fanzine e lambe-lambe. A ideia central é mudar a percepção de que ler é maçante, chato, através de novas formas de expressar o que se foi lido, criando espaços mais prazerosos de interpretação da leitura, se valendo de formas artísticas presentes no cotidiano destes jovens. Ganhar o prêmio, além de ser uma conquista, é um desafio. “A minha preocupação maior é saber se esse trabalho terá um resultado efetivo, porque iremos trabalhar com outros adolescentes, mas é uma grande troca, expectativas boas, será uma experiência não só para mim, e sim para todos do grupo”, conta Micaele Oliveira. Ao final do processo, a CIA Corpos Outros juntamente com outros ganhadores desta edição, poderão ainda, participar da etapa Global, na qual as iniciativas serão analisadas por uma equipe de especialistas de diversas partes do mundo para concorrer a um investimento de até 20 mil dólares.

Se você achou bacana essa iniciativa, pode colaborar com o projeto “Outras Literaturas” DOANDO LIVROS! Entre em contato através do e-mail: ciacorposoutros@gmail.com ou whatsapp: (11) 98223-0793 e doe aquele livro que está de lado, sem uso. Só fique ligado, a CIA Corpos Outros acredita em um horizonte inclusivo e democrático, por isso, não aceitarão livros que de alguma maneira contribuam para o racismo, gordofobia, homofobia e qualquer outro tipo de discriminação.

 

  

SOBRE A REDE DE COLETIVOS

Em 2019 o Coletivo Usina dos Atos iniciou um processo de articulação de redes, para fortalecimento de iniciativas que possam contribuir para transformações sociais e desenvolvimento dos territórios. O projeto Rede de Coletivos tem por objetivo a visibilidade e sustentabilidade dos grupos que dela fazem parte, pensando processos de formação, captação de recursos e comunicação. Atualmente 08 Coletivos integram a rede, são eles: Acrópole Marginal, Cia Corpos Outros, Cia Error 404, Cia Fronte, Cinemateus, In Verso, Morabeza e Usina dos Atos.

 

 

 

Conteúdos Relacionados

Do rock ao samba, do funk ao MPB, do Rap ao Reggae, o Festival Fico Em Casa BR, que ocorre entre os dias 24 e 27 de março te conduzirá para diferentes lugares, sem sair de casa!

Considerando a recomendação do Centro de Contingência do Coronavírus, instituído pela Resolução nº 27, de 13 de março de 2020, do Secretário de Estado da Saúde, que aponta a cresce...

O Sesc Avenida Paulista será palco do Seminário Perspectivas Anticoloniais, que ocorrerá durante os dias 6 e 7 de março. Quatro mesas diferentes conduzirão o encontro.

Hoje, 04/03, às 19h30 no Grande Hall, com a curadoria de Luise Malmaceda, o Instituto Tomie Ohtake promoverá um debate sobre o direito à memória como programação paralela de CANÇÕE...

Pesquise sobre o assunto desejado no Portal Usina dos Atos!